terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Janeiro 2016 ou 13° de 2015?

Pois é, Janeiro tá acabando... mas estou pensando em considerar esse mês como um 13° de 2015. Os mercados continuaram caindo, a nossa economia continuou piorando, mais inflação, menos crescimento, a volta da nova matriz econômica assombrando... 'e nóis ó'!!!! Então continuamos em 2015...

Já na Argentina dizem Macri vai fazer o ano de  2016 o ano do consumismo: con su mismo carro, con su mismo salario, con su mismo... acho que a Presidanta não entendeu que era uma piada e resolveu estender a ideia para as terras tupiniquins. Pelo visto, teremos em 2016, uma nova oferta de crédito via bancos públicos (logicamente, os bancos privados não vão correr o risco de aumentar sua carteira de inadimplentes), alguns setores favorecidos pelas políticas que já vimos no passado, etc.

Será que vai funcionar? Acho que não!!! Se tudo der certo, vai dar errado! Acho que a injeção de crédito não vai ser suficiente para aquecer a economia. Na minha opinião não falta crédito, o que falta é estímulo para tomá-lo:

1. Empresários não sentem segurança em que esse crédito vai se pagar;
2. Consumidores tem receio de não cumprirem as obrigações por redução salarial (perda de comissões, horas extras) ou perda de emprego;
3. A inadimplência aumentou, então parte dos candidatos ao crédito (pessoas físicas ou jurídicas) já estão impedidos de tomá-lo. Bom temos a opção de criar um subprime via BNDEs, CEF e BB, mas não quero pensar nisso. Itaú, Bradesco e Santander da vida é que não vão colocar dinheiro em inadimplentes.

Então, se tudo der certo, vai dar errado! Agora se tudo der errado, e o crédito der certo... eu vejo mais inflação, mas dívida e, mesmo assim, retração do PIB. Isso porque vejo o crédito alimentando a inflação e não a economia.

Bom, já viram que não estou muito otimista com nossa Pátria auri-verde em 2016, mas vamos lá, poupando e investindo, pois enquanto uns choram outros vendem lenços...

Na próxima semana pretendo mostrar a catástrofe os resultados da minha carteira referente à janeiro.

Segue a minha homenagem ao PT. Como essa música é de 1987 e o clipe é muito tosco, preferi manter só o áudio...



Nenhum comentário:

Postar um comentário