terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Tesouro Selic x Compromissada x CDB (x Poupança)

Pois é, o IOF passou a incidir sobre a Compromissada, então, a grande vantagem dela sobre o CDB acabou. Mesmo assim mantenho uma reserva equivalente a 30 dias dos meus gastos nela... já está com mais de 30 dias e taxa relativamente boa.

Seguido vejo em comentários de blogs e conversas com amigos questões sobre onde manter o dinheiro até atingir o montante para uma oportunidade de investimento melhor ou, no caso de investimento em Tesouro Direto até um dado papel atingir uma taxa mais atrativa, ou até a ação desejada chegar no preço alvo para compra (idem para ETF e FII), e assim por diante.

Por exemplo: Juquito quer investir em um CDB na corretora em que tem conta, mas o investimento mínimo é de R$ 10.000,00 e Juquito tem R$ 5.000,00 e está em dúvida se manda esse dinheiro para a corretora e aplica em Tesouro Selic ou mantem no seu banco comercial.

Outro exemplo: agora Juquito quer investir em Tesouro IPCA+, mas quer aguardar taxas melhores. E aí? Joga para o Tesouro Selic ou mantem no banco comercial.

Em dezembro/15, fiz três aplicações simultâneas: Tesouro Selic 2021 (Tesouro Direto); CDB com 85% do CDI e Compromissada DI com 89% do CDI. Também busquei o rendimento da poupança para a data de aniversário dos investimentos anteriores para comparação - não coloco dinheiro em caderneta de poupança. Abaixo seguem os resultados, com rentabilidades líquidas de IR e IOF:
Compromissada DI 89% do CDI: devido ao fato da Compromissada em que investi não incidir IOF, ela tem um rendimento inicial bem melhor que os demais. Inclusive, sempre mantenho o dinheiro de minha conta corrente nela, ou seja, o valor que uso no mês - pinga um pouquinho, mas pinga, e o trabalho é mínimo.
Mesmo após os 30 dias (final da incidência do IOF), o rendimento da Compromissada foi superior ao TD-Selic e, obviamente, maior que o CDB 85% do CDI.
A desvantagem dessa opção é que não conta com o FGC. Algumas compromissadas contam, mas a que aplico não conta com o FGC. Como o valor que deixo nessa aplicação é baixo, opto por correr o risco, até por que o banco é sólido (ao menos por enquanto).

CDB 85% do CDI: esse é um CDB com uma remuneração básica de mercado, para valores baixos e sem relacionamento. Conta com a vantagem do FGC, mas incide IOF e, aí, a rentabilidade inicia bastante baixa devido ao IOF e vai recuperando aos poucos.
Por render um % do CDI menor que a Compromissada, segue, mesmo após 30 dias, com rentabilidade inferior, mas muito similar ao TD-Selic.

TD-Selic: não fiz resgates do TD-Selic, portanto, os valores que usei para calcular a rentabilidade são os valores líquidos que apareciam no extrato. Esses valores ficaram muito similares ao CDB com 85% do CDI.
Bom, vejo muitos comentários que o TD-Selic paga 100% do CDI, mas tem a mordida da BM&F (0,3% a.a. - sobre o investido), corretagem e custódia (se a corretora cobrar), e as flutuações de mercado (menores do que para um título pré-fixado ou IPCA+, mas existem), ágio/deságio, mas para capitalizar para acessar um investimento melhor, ou aguardar o ponto de entrada em um título ou papel, prefiro manter na compromissada ou no CDB. Se você pagar pela transferência (TED) para a corretora, então piora a situação...

Poupança: não deve ser surpresa para ninguém que a caderneta de poupança teve o pior desempenho. Pior ainda se a oportunidade de investimento viesse antes do aniversário - imagina no 29 dia??? Mesmo incidindo IR e IOF as outras opções foram superiores à bendita.

Falou!!! Até a próxima...


5 comentários:

  1. Investir, tenho sempre a mesma dúvida quando assunto é programar investimentos. Geralmente faço dois aportes mês, um no dia 5 e outro dia 20. Contudo de vez enquanto eu quero juntar um pouco mais e poder comprar um papel mai caro que renda "melhor". Estou utilizando a Selic, mas ela as vezes me deixa na mão quando quero resgatar. Poupança só utilizo para compor o caixa emergencial primário. Uma pergunta:
    Em qual instituição você aplica na compromissada ?

    Forte abraço e bons aportes !

    ResponderExcluir
  2. Itaú - aplicação mínima inicial de R$ 1.000,00 e carência de 2 dias úteis. Você pode verificar em:

    https://www.itau.com.br/investimentos-previdencia/cdb-renda-fixa/detalhe/?&#codigo_fundo=CDB01

    Também pode verificar se no seu banco tem esse tipo de aplicação. Quanto ao caixa emergencial eu uso a Compromissada ou CDB.

    ResponderExcluir
  3. Boas,

    Não gosto de aplicar por bancos.

    Bom conteúdo do blog, continue postando e compartilhando experiências.

    :D

    ResponderExcluir
  4. IM, obrigado pela visita.

    Também não aplico por bancos, o que mantenho no banco (CDB ou Compromissada) é para cobrir os custos de um mês ou para acumular o valor para entrar num investimento melhor via corretora.

    A única coisa que evito é a poupança.

    Abraço! Bons investimentos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boas,

      Adicionei você na minha lista de blogs.

      Vou acompanhar essa luta.
      Abraço

      Excluir