sábado, 12 de novembro de 2016

Mais compras de Novembro!

Mas um post flash... estou relatando uma compra diferente que estou fazendo esse mês. Brindes!

Isso mesmo, como trabalho na área de vendas, o relacionamento é fundamental, e nisso, entram os brindes. Gosto muito de escolher esses brindes. Não aquelas canetas com o logo da empresa, cadernos, agendas - isso é praxe, não conta ponto. Mas quando entrego o brinde que eu comprei e noto que o cliente gostou, saio bem satisfeito pois meu trabalho está sendo bem feito.

IPV porque está sendo bem feito? "Ler" o cliente é fundamental na venda, em especial no B2B. Nenhum cliente vai dizer que gostaria de ganhar um chocolate, ou um vinho, ou uma caneta do seu time de futebol, etc - a não ser que seja "bola" mesmo. Então, acertar o brinde é mérito do vendedor, pois conseguiu achar um ponto fraco do cliente. Um ponto onde poderá quebrar o gelo numa negociação de preços, ou numa hora de aperto qualquer. É sempre bom saber de algum assunto para desviar a conversa quando o clima está desfavorável.

Lembro de uma vez que, numa renegociação de preço, o clima esquentou. Foi na subida do dólar em 2008, na crise... o cliente estava irredutível e foi quando pedi para tomar um copo de água - nem estava com sede, mas precisava interromper a conversa que estava desfavorável. Quando retornei, perguntei sobre o time de futebol dele... graças a Deus o time dele estava indo bem e consegui, ao menos, deixar a negociação aberta.

Naquela visita não negociei mais, simplesmente disse: "a minha proposta de novo preço é a mais favorável para a minha empresa. A sua posição de não aceitar reajuste é a melhor para a sua. Eu vou conversar com a minha empresa para propormos um reajuste melhor e você poderia avaliar até onde você pode me ajudar, pode ser?" O "tudo bem" dele foi a senha de que a negociação estava aberta. Na semana seguinte comprei uma caneta personalizada do time dele e entreguei antes de inciar a negociação... resultado: aumento repassado!!!

Bah! Era para ser um post curto... mas vamos lá. Então vou ao Paraguai exterior investir em alguns brindes. Salto del Guirá lá vou eu! Sim, muitos quando pensam em Paraguai, pensam em Ciudad del Este (fronteira com Foz do Iguaçú/PR), mas eu sempre preferi Salto del Guairá. A diferença para quem mora (ou conhece) São Paulo, Ciudad del Este é a 25 de Março e Saldo del Guairá é o Iguatemi. Exagerei um pouco, mas tudo bem, Salto é seguro, com boas lojas, praticamente não tem ambulantes, tem estacionamento na faixa no Shopping Mercosur (ao menos tinha na última vez que fui), ou seja, bem melhor.

Quanto à distância, para quem vem de SP ou do norte do PR, pegando Maringá/PR como referência, Salto está a 300 km (sem pedágios) e Foz uns 410 km (com pedágios). Para quem vem do sul (SC e RS) ou da região sudoeste, central e leste do PR, pegando a cidade de Cascavel como referência, Salto está a 170 km (sem pedágios) e Foz a uns 150 km (com pedágios). Sendo assim, não vejo vantagens em Foz/Ciudad del Este para compras. Agora, se for turismo, Guíra/PR e Salto del Guirá não tem nada, ao contrário de Foz.

Obviamente, também vou pegar uns presentes para Natal, vinho, espumante, etc. isso depedendo do preço, pois com essa subida das doletas...

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Compras parciais de Novembro!

Buenas, galera! Hoje vou fazer um post bem curto, mais curto que coice de porco.

Esta semana começou a entrar a mascada e iniciei as compras. Por hora, em FIIs mais do mesmo. Comprei umas cotas de FFCI, TRXL e FIGS. Agora tenho que dar uma avaliada na carteira, mas acredito logística meu percentual atingiu o objetivo e as próximas compras devem ser em agências, escritório e ainda alguns trocados em shopping. Também estou pensando em comprar MFII11, mas ainda não avaliei o suficiente.

Em ações, comprei PETR4 - infelizmente ontem e hoje ela derreteu!!! Faz parte! Vamos ver como vai andar o Ibovespa... tomara que a correção continue pois estou achando tudo muito caro.

No TD também não fui feliz, pois comprei TD IPCA+ (19 e 24) e hoje os juros futuros dispararam. Tudo bem, no longo prazo isso tudo dilui.

Um abraço a todos!

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

IPV, o Trader!

Buenas, galera! Quem acompanha o blog sabe que compro ações focando no Buy and Hold, e esta é e será minha estratégia principal. Mas... recentemente resolvi entrar em dois swing trades, um com VALE5 e outro com EMBR3.

Hoje encerrei as duas posições por um motivo: eleições americanas. Não quero correr o risco de ter surpresas no final de semana e segunda-feira os papéis abrirem com gap. Além disso, é bem provável que na semana que vem eu não possa acompanhar o mercado e, em qualquer dia o mercado pode abrir com gap por causa do pleito ianque.

Você pode estar se perguntando: o mercado pode abrir com gap em qualquer dia? Sim, mas se temos um combustível para isso, com data agendada, porque não gerenciar o risco e ficar fora? Foi o que decidi.

Vamos aos trades: no trade de VALE5 o lucro ficou em R$ 398,81 (24,56%) e em EMBR3 R$ 494,60 (10,76%).

No caso de EMBR3 tive um stop acionado e retomei o trade, por isso, tive um custo um pouco maior. Além disso, em VALE5 negociei 100 ações e em EMBR3 foram 300 papéis.

Tudo lindo e maravilhoso, né? Pois é... encerrei os trades hoje pela manhã antes de sair do hotel. Iria ficar o dia inteiro na estrada e não queria arriscar... o lucro estava bom. Então, após a execução das ordens ela apareceu: A LEI DE MURPHY!!! Vale que estava capengando, chegou a bater em R$ 20,84 e fechou a R$ 20,50 e Embraer que parecia que iria derreter reverteu e fechou em R$ 17,33 (fez máxima em 17,68)!!! Para piorar, com o valor da venda de VALE5 comprei ABEV3 a R$ 18,00 e a desgraça fechou a R$ 17,72 abaixo do nível que considerava suporte (R$ 17,80). Menos mal que ABEV3 é da carteira B&H!

Realmente o lucro estava com um gosto amargo - poderia ser maior. Embora não seja um trader estava entendendo a máxima que o trader sempre lamenta: quando aciona o stop loss, lamenta o prejuízo; quando sai no lucro lamenta que entrou com pouco dinheiro na operação... aí, eu li este post do Uó http://abacusliquid.com/stop-loss-trade/. Melhor o lucro!!!

Algumas lições ficaram. Eu não consegui colocar o stop móvel e isso poderia ter maximizado o lucro - preciso aprender a fazer isso. Mas fiquei satisfeito com o gerenciamento de risco. Desde o início da operação decidi quanto poderia perder e acho que isso é o mais importante. Abaixo, seguem os gráficos com as linhas de estrada, saída, stop e alvo de cada trade.
 
Para finalizar, uma banda gaúcha TNT (Não Sei). Bastante sugestivo para o assunto!!!